Santa Catarina investiga três possíveis casos de “fungo negro”

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Três casos suspeitos de mucormicose estão sendo investigados em três municípios do Estado de Santa Catarina

Joinville, Chapecó e Jaraguá do Sul suspeitam de casos da doença, que também é conhecida como “Fungo Negro”.

A informação foi confirmada, nesta quarta-feira (9), pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Dive).

De acordo com o órgão, a comprovação dos casos pode demorar até 60 dias para sair.

Na última segunda-feira (7), como noticiou a Renova, o governo do Rio Grande do Norte confirmou o primeiro caso de infecção por mucormicose em um paciente infectado pelo novo coronavírus.