Moraes manda caso Salles à Justiça do Pará

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O ministro do STF, Alexandre de Moraes, determinou, nesta terça-feira (20), que o caso que envolve o ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, seja enviado à Justiça Federal no Pará.

As investigações abordam uma rede de exportação de madeira ilegal que tem a suspeita de participação de Salles.

A operação “Akanduba” deixou o guarda-chuva do STF após Salles deixar o ministério, o que causou a perda do foro privilegiado por prerrogativa de função.

A mudança do local do inquérito foi um pedido da PF ao ministro Moraes, que determinou o envio dos autos à primeira instância da Justiça Federal em Altamira (PA), destaca a revista Veja.

A operação da PF apura indícios de participação de servidores públicos e empresários em esquema de exportação de madeira ilegal do Brasil para os Estados Unidos

De acordo com os investigadores da PF, funcionários do ministério do Meio Ambiente estariam envolvidos em tratativas para liberar nos portos americanos cargas de madeira brasileira de origem irregular.