EUA pedem ao Brasil fornecedor confiável de 5G

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O governo dos Estados Unidos espera que o Brasil selecione “fornecedores de confiança” para a implementação da tecnologia 5G

Stephen Anderson, um dos responsáveis pela comunicação internacional e política de informação do governo Joe BIden, disse que os EUA não investirão em países que optarem por “fornecedores não seguros”.

Em conversa com o jornal Folha, Anderson ressaltou que não há confiança “onde as tecnologias e os provedores de serviços estão sujeitos a um governo autoritário, como o da China”. 

Os comentários fazem alusão a gigante tecnológica Huawei, empresa chinesa líder mundial no segmento de 5G.

No entanto, é importante enfatizar que o governo Biden não pediu diretamente o veto à participação da Huawei na rede 5G do Brasil.

Não custa lembrar que a Huawei já foi cortada da lista de possíveis fornecedores de 5G para o governo de Jair Bolsonaro, de acordo com o ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Semanas atrás, Faria afirmou que a empresa “não está apta” a participar do edital da 5G que irá atender aos Poderes Executivo, Judiciário e Legislativo.