EUA aplicam sanções contra ditadura da Nicarágua

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O governo dos Estados Unidos aplicou sanções, nesta quarta-feira (9), contra quatro assessores do ditador Daniel Ortega, da Nicarágua.

Todos os bens que os envolvidos possam ter em território norte-americano foram congelados.

Além disso, eles estão proibidos de fazer qualquer transação financeira com cidadãos dos EUA ou que envolva qualquer tipo de trânsito através do país.

Confira os alvos das novas sanções:

  • presidente do Banco Central da Nicarágua, Leonardo Ovidio Reyes Ramírez
  • brigadeiro-general do Exército Nicaraguense, Julio Modesto Rodríguez Balladares;
  • deputado da Assembleia e membro da comissão eleitoral da Nicarágua, Edwin Ramon Castro Rivera
  • filha do ditador, Camila Antonia Ortega Murillo.

Anteriormente, os EUA já haviam punido o próprio Daniel Ortega, a vice-presidente e primeira-dama do país, Rosario Murillo, e o filho do casal Rafael Antonio Ortega Murillo.

Em nota, segundo o jornal Gazeta do Povo, a ditadura de Ortega protestou contra as sanções impostas:

“O Governo de Reconciliação e Unidade Nacional protesta veementemente contra esta reiterada violação dos instrumentos internacionais que regem o direito soberano dos Estados, que não nos reconhecemos como uma colônia de qualquer poder.”