Embaixador chinês no Brasil defende ‘remodelação da ordem internacional’

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Yang Wanming, embaixador da China no Brasil, defendeu, nesta quarta-feira (9), uma “remodelação da ordem internacional”.

Em artigo escrito sobre o tema de um evento digital, que acontecerá com a presença de presidente de partidos políticos brasileiros, Wanming enfatizou que o Partido Comunista Chinês (PCCh) tem “unido e liderado o povo chinês a concretizar o milagre chinês que impressiona o mundo”.

Ainda de acordo com o texto:

“O mundo passa por mudanças sem precedentes em um século, e a peça fundamental é a remodelação da ordem internacional. Por um lado, a pandemia acelera a evolução da conjuntura mundial e do sistema de governança global, enquanto crescem o unilateralismo, o protecionismo e o bullying internacional, contrapondo-se ao multilateralismo e à globalização econômica.” 

O diplomata chinês acrescentou:

“Daqui a três semanas, o Partido Comunista da China vai comemorar seu centenário. Nesses 100 anos, o Partido tem unido e liderado o povo chinês a concretizar o milagre chinês que impressiona o mundo. Nos últimos anos, principalmente, sob a liderança do Comitê Central unido em torno do secretário-geral Xi Jinping, o crescimento chinês teve novas conquistas históricas e o socialismo com características chinesas entrou em uma nova era.” 

E completou:

“A sabedoria política do Partido Comunista da China tem como base as realidades do país, mas também pode fornecer, à comunidade internacional, inspirações para lidar com as mudanças mundiais e superar empecilhos à governança.”