‘Cristianismo do mal é inovação horrorosa’, diz Barroso

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, afirmou, nesta quarta-feira (9), que ataques pessoais a autoridades não abalam as instituições do Brasil

Barroso, que é presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), fez o comentário durante debate, nesta quarta-feira (9), na Câmara dos Deputados, sobre o voto impresso.

Na ocasião, Barroso lamentou a ação de supostas milícias digitais “que disseminam o ódio, mentiras, teorias conspiratórias”:

“Escrevem coisas horríveis. Tem uma espécie de cristianismo do mal no Brasil, uma inovação horrorosa, em que o sujeito fala: ‘Em nome de Deus, eu quero que você morra, em nome de Jesus, eu quero que sua família seja destruída’.” 

O ministro completou:

“Quer dizer, é tão absurdo isso, pessoas totalmente do mal que invocam a religiosidade das pessoas.”