Comércio ilegal de marfim de elefantes na mira da PF

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

A Polícia Federal (PF) cumpre, nesta segunda-feira (3), em São Paulo, dois mandados de busca e apreensão expedidos no âmbito da operação “Airâvata”.

A operação visa investigar casos de comércio ilegal de marfim de elefantes no Brasil.

Confira mais detalhes:

  • O nome da ação faz referência a Airâvata, considerado rei dos elefantes na mitologia hindu.
  • A fase atual das diligências identificou possível fornecedor de peças de marfim. 
  • A ação é apoiada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e pela Polícia Ambiental do Estado de São Paulo.
  • Ação da PF é desdobramento das investigações realizadas no âmbito da operação “Internacional Thunder”, deflagrada em 2020, em conjunto com a Interpol e com a Organização Mundial das Aduanas